top of page

O Milagre da Roseira

Atualizado: 26 de mai.



No sábado seguinte, 27 de fevereiro de 1993, Nossa Senhora voltou e disse ao seu escolhido:

“Rezem e vivam a paz em seus corações. Plantem-na em seus corações e vivam com amor... Quando se sentirem confusos, rezem, peçam a luz do Espírito Santo, leiam o Evangelho, e tudo ficará claro.”

Marcos lhe perguntou se voltaria. Ela respondeu que sim com um gesto, balançando a cabeça. Ela então lhe pediu que dissesse às pessoas que estava aparecendo, e o que estava pedindo. Marcos manifestou o seu temor, pelo que as pessoas poderiam dizer. Nossa Senhora então lhe disse:

“Meu filho, daqui a sete dias vá, ao amanhecer, na roseira da sua casa, e você verá um prodígio: ela estará completamente florida, e isto servirá de sinal para você de que deve confiar em mim e não ter medo de nada!”.

Marcos fez como ela lhe disse. Rezou e confiou durante toda a semana. Na sexta-feira, pelas 23h, chegou da escola, e viu a roseira toda sem rosas, devido ao forte temporal que caía. Mas, confiou, entrou para dentro de sua casa, e se pôs a rezar. No dia seguinte, 5 de março de 1993, ao amanhecer, foi correndo até a roseira e deparou-se com a grande surpresa: lindas rosas pendiam graciosamente de seus galhos!

Chamou correndo sua mãe para ver o sinal. A mãe olhou, mas não entendeu nada. Porém, achou realmente muito estranho, pois ela molhava a roseira todos os dias, e notou que na véspera, não havia nenhuma flor ali. Como poderiam tantas rosas brotar de uma noite para o dia, tão rapidamente, e ainda com todo aquele temporal na véspera?

Estava claro. Era o sinal da Virgem! Marcos contou aos seus familiares e vizinhos o ocorrido até então. Os familiares e os vizinhos não deram muito crédito. Outros começaram a se aproximar e lhe perguntar o que realmente acontecera. Iniciou-se uma grande discussão em todo o bairro e na cidade. Muitos falavam mal, outros eram favoráveis. Nossa Senhora começou sua grande obra para tentar salvar seus filhos. Em 6 de março de 1993, ela se apresentou mais uma vez, e disse:

“Meu filho, a partir de hoje, passarei a vir todos os dias, sempre a esta mesma hora (18h30). Esteja em oração nesse momento. Escreva num caderno tudo quanto eu lhe for manifestando. Saiba que o meu coração o elegeu, escolheu para ser o meu mensageiro. Anuncie sem medo os meus pedidos! Não se orgulhe de ser o meu escolhido, mas permaneça sempre humilde e sempre fiel...”.

Marcos perguntou: Minha Senhora, por que escolheu a mim, que não tenho riquezas, nem nada de especial e nem sou melhor que os outros?”. A Senhora respondeu:

“Meu filho, eu o escolhi porque você não é nada... Não compreendeu ainda que eu escolhi a sua fraqueza para derrubar a força, e o seu nada para confundir os soberbos?”.

Nossa Senhora desapareceu, e começou para Marcos a grande jornada das aparições diárias da Virgem Santíssima.

81 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


Die Kommentarfunktion wurde abgeschaltet.
bottom of page